Quem são e onde vivem as perigosas Plantas Carnívoras?

plantaAs plantas carnívoras sempre despertaram interesse do público em geral. A criatividade de alguns cartunistas criou um grande mito a respeito da existência de plantas carnívoras. Alimentados pela presença destas “feras” em quadrinhos, desenhos animados e filmes de terror, fez com que a imagem de um monstro se materializasse no imaginário popular.

Quem são e onde vivem as perigosas plantas carnívoras?

Em primeiro lugar é preciso dizer que elas não são monstros devoradores de animais. Pelo contrário, a grande maioria das espécies são pequenas e delicadas, e capturam pequenos insetos e micro-crustáceos aquáticos. Por isso, não é correto a denominação insetívoras, que muitos autores utilizam, uma vez que essas plantas não capturam apenas insetos.

carnivoraAs plantas carnívoras são exemplos notáveis de adaptação à ambientes inóspitos. Ao longo do processo evolutivo desenvolveram a capacidade de sobreviver sob condições de estresse que a maioria das outras plantas não suportaria.

Como qualquer outra planta, as carnívoras são autotróficas, ou seja, produzem o próprio alimento transformando a energia da radiação solar em energia química, armazenada sob a forma de açúcar. Na fotossíntese, gás carbônico (CO2) e água (H2O ) se decompõem para formar moléculas de carboidratos (C6H12O6) e oxigênio (O2).

Para que uma planta seja considerada carnívora ela deve, além de atrair e capturar, ter capacidade de digerir formas de vida animal. Entretanto, esta última característica pode gerar alguma confusão, pois as plantas não possuem sistema digestivo.

Então, se as plantas carnívoras são organismos autotróficos fotossintetizantes, qual o objetivo de possuir mecanismos para capturar pequenos animais? Seria algum tipo de hobby?

Todos os seres vivos possuem mecanismos de adaptação ao ambiente em que vivem. De todas as adaptações, talvez as mais curiosas sejam às usadas pelas plantas para atrair polinizadores. Essas modificações vão desde a emissão de odores específicos, coloração atraente ou flores com formato que lembram insetos[1]. Essa capacidade de atrair insetos é uma das características das plantas carnívoras, mas a mais impressionante é, com certeza, a capacidade de capturar suas “presas”. Plantas carnívoras possuem folhas modificadas que são verdadeiras armadilhas.

Como as plantas carnívoras capturam suas presas?

DioneaExistem armadilhas (folhas modificadas) das mais variadas formas e  funcionamentos. A mais conhecida é a Dionea sp. Suas folhas formam uma espécie de “jaula” que se fecha rapidamente quando um pêlo muito fino é pressionado, agindo como um gatilho.

Dionea sp

 

droseraA Drosera, além de liberar um odor atrativo aos insetos, secreta uma gotícula de glicose, fazendo com que a presa fique grudada em seus tentáculos.

É importante lembrar que os insetos “capturados” não foram “caçados”, eles aproximam-se da planta por livre e espontânea vontade.

Drosera sp

Algumas plantas carnívoras secretam enzimas digestivas que aceleram o processo de decomposição do animal.

 

NephentesOutras plantas carnívoras possuem folhas modificadas formando uma espécie de ânfora, ou ascídio, como a belíssima Nephentes. Os ascídios possuem uma tampa, e ao contrário do que pode parecer a primeira vista, elas são imóveis e não servem para prender o inseto em seu interior, mas sim para proteger a armadilha impedindo que ela transborde com as chuvas e se quebre.

Nephentes sp

Sarracenia leucophyllaCom uma armadilha semelhante à Nephentes, a Sarracenia sp possui folhas modificadass que armazenam uma certa quantidade de água e enzimas digestivas onde pequenos insetos que entram na armadilha ficam presos. Os insetos que entram nos ascídios acabam morrendo, pois se molham no líquido contido no interior da armadilha e não conseguem sair por conta da parede interna dos ascídios serem muito lisa.

 

 Sarracenia leucophylla

CarnivorasUtricularia1Dentre todas as carnívoras, a Utricularia é que possui a armadilha mais fantástica. Esta espécie é bastante comum no litoral paulista e possui um mecanismo muito engenhoso capaz de capturar micro-crustáceos. Estruturas muito pequenas chamadas utrículos, com cerca de 2 milímetros, funcionam como uma bomba de sucção, e capturam pequenos animais que encostam em estruturas semelhantes a gatilhos.

Detalhe da armadilha da Utricularia sp

 Atualmente, são conhecidas mais de 500 espécies de plantas carnívoras, espalhadas pelo mundo todo (exceto a Antártida). Podem ser encontradas em regiões desde as quentes e úmidas florestas tropicais, até as tundras gélidas da Sibéria, ou os desertos esturricantes da Austrália.

No Brasil, existem mais de 80 espécies diferentes (exceto pela Austrália, o Brasil é o país que mais tem espécies carnívoras no mundo). Elas crescem principalmente nas serras e chapadas, e podem ser encontradas em quase todos os estados. A maioria, em solos encharcados (como brejos), de pH baixo (ácido), às vezes pedregosos.

plantas_carnivoras-1024x7681-4818Com essas folhas modificadas as plantas carnívoras desenvolveram a capacidade de sobreviver em solos extremamente pobres em nutrientes. Embora o nitrogênio seja a substância mais abundante na atmosfera, as plantas precisam que esta substância esteja fixada no solo, sendo preciso a participação de bactérias nesse processo. As plantas carnívoras fazem parte de um grupo de poucas plantas que sobrevivem em ambientes com pouquíssima disponibilidade de . E elas só conseguem isto porque retiram o nitrogênio do corpo dos animais que morrem e se decompõem em suas armadilhas.

Portanto, plantas carnívoras existem sim, mas não são monstros, e não são nem um pouco perigosas. São organismos incrivelmente adaptados que encontraram meios para sobreviver em ambientes inóspitos.

 


[1] Algumas espécies de orquídeas possuem o labelo da flor com o formato e a coloração que lembram o abdômen de abelhas; outras espécies que são polinizadas por moscas emitem um odor característico de carne em decomposição (carniça);

About these ads

8 respostas para Quem são e onde vivem as perigosas Plantas Carnívoras?

  1. Tercília disse:

    Confesso que já tive medo de encontrar uma dessas plantas carnívoras… rsrsrs
    Sucesso!

    • Eduardo C. de Carvalho disse:

      Olá Tercília…
      Plantas carnívoras são mitos que fazem parte do imaginário popular.
      Essa era a idéia, mostrar que plantas carnívoras não oferecem risco às pessoas. Elas não “comem” insetos e nem são perigosas. São como qualquer outra planta, apenas mais adaptadas à ambientes inóspitos.

  2. Milene disse:

    Parabéns !
    Seu trabalho é inteligente e demonstra muito conhecimento.
    Acredito em você.

  3. Thalys disse:

    Realmente podemos ficar tranquilos, as plantas carnívoras não comem pessoas. E apesar do nome, também não comem carne! Elas gostam mesmo é de um bom inseto: uma abelha apetitosa, um gafanhoto gostoso, um delicioso besouro ou uma borboleta docinha. Mas exite uma verdadeira planta carnívora, a NEPENTHES RAJAH, que vive na Indonésia. Essa sim, devora passarinhos, lagartos e até pequenos sapos.

  4. Kurt Vinicius disse:

    Falou tanto bla bla bla mas nao falou em que continentes elas ficam!!!!

    • Eduardo C. de Carvalho disse:

      Caro Vinícius, acredito que você não compreendeu o objetivo principal do blog e muito menos o enfoque do texto. Acredito que o objetivo de divulgação científica foi alcançado. O texto foi escrito para que qualquer pessoa pudesse entender, independente do grau de instrução. A ideia principal era romper com o mito popular de que as plantas carnívoras “comem” suas presas, e também comentar sobre as espécies mais representativas e seus mecanismos de adaptação.

      As plantas carnívoras são encontradas em praticamente todos os continentes e sobrevivem nos ambientes mais iníspitos. No litoral do Brasil é muito comum observar a Drosera sp que é considerada um indicador de humidade para os biomas costeiros como as florestas de restinga.

  5. OLÁ, EU ACHO UM BARATO. POR ISSO VOU PERGUNTAR AOS COLEGAS, COMO FAÇO PARA CONSEGUIR COMPRAR A PLANTA.
    EU QUERIA MUITO TRATAR E CUIDAR DA PLANTA CARNIVORA.
    ATENCIOSAMENTE,
    OBRIGADO
    JAIME/PORTO ALEGRE/RS 16/12/2009

    • Eduardo C. de Carvalho disse:

      Algumas plantas carnívoras como a Dionea sp, a Nephentes sp ou a Sarracenia são facilmente encontradas em floriculturas ou lojas que vendem plantas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: